No items found.
No items found.
Menu
Finalizar o Pedido
0
HOME
CATÁLOGO
Direito
Segurança Pública: as máfias ganham corpo e ameaçam tomar o Estado: uma perspectiva do crime organizado

Segurança Pública: as máfias ganham corpo e ameaçam tomar o Estado: uma perspectiva do crime organizado

Os livros adquiridos em pré-venda serão autografados pelo autor. | Envio a partir de 17 de junho.
Autor:
Walfrido Warde
Ano:
2024
Tradutor:
Prefácio:
Tradutor:
Prefácio:
1ª Edição
Encadernação:
Brochura
ISBN:
9786553961975
páginas:
112
Dimensões:
12
cm
×
19
cm
×
1
cm
Peso:
200
g

RESUMO

A EDITORA CONTRACORRENTE tem a satisfação de publicar mais uma obra do aclamado jurista e advogado Walfrido Warde. A obra traduz um alerta fundamental sobre a infiltração do crime organizado nos tecidos político, econômico e social do país, a confluir numa perigosa tendência de indistinção entre o Estado, o mercado e o crime. Por meio de uma narrativa objetiva e contundente, o autor faz um diagnóstico das causas pelas quais corremos o risco do crime organizado se apoderar do Estado brasileiro e lança bases para as discussões de um Projeto Nacional de Segurança Pública, um tema central da nossa democracia. Para Warde, “o combate puramente punitivo e repressor do crime recrutou forças policiais e demais agentes do aparato de segurança e de defesa do país para o crime (quem mata por ordem do Estado, logo percebe que pode matar para si), em especial à formação de novas organizações criminosas, que conhecemos como ‘milícias’, e que atuam em um contexto de profunda indistinção entre Estado e crime”. Em suma, trata-se de leitura obrigatória a todas as pessoas preocupadas com os destinos do Brasil.

sobre

A Editora Contracorrente tem a satisfação de publicar a obra "Segurança Pública: as máfias ganham corpo e ameaçam tomar o Estado: uma perspectiva do crime organizado", do aclamado jurista e advogado Walfrido Warde.

A obra traduz um alerta fundamental sobre a infiltração do crime organizado nos tecidos político, econômico e social do país, a confluir numa perigosa tendência de indistinção entre o Estado, o mercado e o crime.

Por meio de uma narrativa objetiva e contundente, o autor faz um diagnóstico das causas pelas quais corremos o risco do crime organizado se apoderar do Estado brasileiro e lança bases para as discussões de um Projeto Nacional de Segurança Pública, um tema central da nossa democracia.

Para Warde,

“o combate puramente punitivo e repressor do crime recrutou forças policiais e demais agentes do aparato de segurança e de defesa do país para o crime (quem mata por ordem do Estado, logo percebe que pode matar para si), em especial à formação de novas organizações criminosas, que conhecemos como ‘milícias’, e que atuam em um contexto de profunda indistinção entre Estado e crime”.

Em suma, trata-se de leitura obrigatória a todas as pessoas preocupadas com os destinos do Brasil.

Índice

INTRODUÇÃO
I – O COMBATE PURAMENTE PUNITIVO DO CRIME E A FÁBRICA DE MILÍCIAS
II – A “DANÇA DAS CADEIRAS”: AS MILÍCIAS SUBSTITUEM OU SE ALTERNAM ÀS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS TRADICIONAIS
III – A EXTINÇÃO DO FINANCIAMENTO EMPRESARIAL DE CAMPANHA E A INFILTRAÇÃO CRIMINOSA NA POLÍTICA, NOS GOVERNOS E NO ESTADO
IV – ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS QUE ORGANIZAM EMPRESAS QUE CONTRATAM COM O ESTADO: O ERÁRIO A SERVIÇO DO CRIME
V – O USO POLITIZADO DA LEGISLAÇÃO ANTIMÁFIA NO COMBATE À CORRUPÇÃO OBSTACULIZA SEU AVANÇO E APRIMORAMENTO
VI – A DESREGULAÇÃO OU REGULAÇÃO INSUFICIENTE DE ATIVIDADES AUXILIARES: CRIPTOS E BETS A SERVIÇO DO CRIME
VII – A INCOMPREENSÍVEL CRIMINALIZAÇÃO QUE ENRIQUECE O JOGO DO BICHO E O TRANSFORMOU NO MOTOR DA ORGANIZAÇÃO DO CRIME E DO APRIMORAMENTO DAS ESTRUTURAS CRIMINOSAS
VIII – A POLÍTICA DE ENCARCERAMENTO EM MASSA COMO LÓGICA DE RECRUTAMENTO DE SOLDADOS PARA O CRIME
IX – IDEOLOGIZAÇÃO PARALISANTE DAS TÉCNICAS DE COMBATE: NECROPOLÍTICA VS. LAXISMO
X – A FALSA PERCEPÇÃO SOBRE OS PRINCIPAIS FOCOS DE ATENÇÃO
XI – A DISTRIBUIÇÃO CONSTITUCIONAL DE COMPETÊNCIAS IMPEDE A FORMULAÇÃO DE UMA POLÍTICA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA EFICAZ E COMPASSADA COM AS REAIS NECESSIDADES DO COMBATE AO CRIME
XII – O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, O “SUSP”, É LETRA MORTA
XIII – A INVIABILIDADE DE UMA POLÍTICA NACIONAL DE INTELIGÊNCIA E O DESPRESTÍGIO DOS MEIOS DISPONÍVEIS DE COLETA DE PROVAS
XIV – A TENTAÇÃO DE TRANSFORMAR POLÍCIAS ESTADUAIS E MUNICIPAIS EM EXÉRCITOS IDEOLÓGICOS

XV – DESARTICULAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

XVI – A PERMEABILIDADE DO TERRITÓRIO EM FACE DA INEXISTÊNCIA DE GUARDAS COSTEIRA E DE FRONTEIRAS

XVII – O NARCOGARIMPO E A OCUPAÇÃO DOS GRANDES VAZIOS TERRITORIAIS

XVIII – INSEGURANÇA VIRTUAL E EXTERNALIZAÇÃO INDEVIDA DE CUSTOS COM A SEGURANÇA

XIX – INSEGURANÇA DE TESTEMUNHAS, INFORMANTES E DEMAIS COLABORADORES

XX – SEGURANÇA PÚBLICA E A ALTERIDADE DEMOCRÁTICA DOS GOVERNANTES

CONCLUSÕES FINAIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Walfrido Warde

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Suspendisse varius enim in eros elementum tristique. Duis cursus, mi quis viverra ornare, eros dolor interdum nulla, ut commodo diam libero vitae erat. Aenean faucibus nibh et justo cursus id rutrum lorem imperdiet. Nunc ut sem vitae risus tristique posuere.

Segurança Pública: as máfias ganham corpo e ameaçam tomar o Estado: uma perspectiva do crime organizado

Preço de capa do Produto:
R$ 30,00 
Preço do Produto:
R$ 27,00 
Preço PARA ASSINANTE:
{}
Definir CEP PARA CÁLCULO de Frete
Adicionar CEP
Definir CEP PARA  CÁLCULO de Frete
CEP
Não foi possível realizar o cálculo de frete. Por favortente novamente.
VALOR DO FRETE para IMPRESSO NORMAL EM ATÉ X DIAS:
R$
Preço FINAL com FRETE:
R$
TOTAL A PAGAR:
R$ 27,00 

Segurança Pública: as máfias ganham corpo e ameaçam tomar o Estado: uma perspectiva do crime organizado

Os livros adquiridos em pré-venda serão autografados pelo autor. | Envio a partir de 17 de junho.
Autor:
Walfrido Warde
Prefácio:
Prefácio:
Tradutor:
Prefácio:
Tradutor:
Prefácio:
Tradutor:
Tradutor:
Ano:
2024
1ª Edição
Encadernação:
Encadernação:
Brochura
ISBN:
9786553961975
Dimensões:
12
cm
×
19
cm
×
1
cm
Páginas:
112
Peso:
200
g
Os livros adquiridos em pré-venda serão autografados pelo autor. | Envio a partir de 17 de junho.

RESUMO

A EDITORA CONTRACORRENTE tem a satisfação de publicar mais uma obra do aclamado jurista e advogado Walfrido Warde. A obra traduz um alerta fundamental sobre a infiltração do crime organizado nos tecidos político, econômico e social do país, a confluir numa perigosa tendência de indistinção entre o Estado, o mercado e o crime. Por meio de uma narrativa objetiva e contundente, o autor faz um diagnóstico das causas pelas quais corremos o risco do crime organizado se apoderar do Estado brasileiro e lança bases para as discussões de um Projeto Nacional de Segurança Pública, um tema central da nossa democracia. Para Warde, “o combate puramente punitivo e repressor do crime recrutou forças policiais e demais agentes do aparato de segurança e de defesa do país para o crime (quem mata por ordem do Estado, logo percebe que pode matar para si), em especial à formação de novas organizações criminosas, que conhecemos como ‘milícias’, e que atuam em um contexto de profunda indistinção entre Estado e crime”. Em suma, trata-se de leitura obrigatória a todas as pessoas preocupadas com os destinos do Brasil.

sobre

A Editora Contracorrente tem a satisfação de publicar a obra "Segurança Pública: as máfias ganham corpo e ameaçam tomar o Estado: uma perspectiva do crime organizado", do aclamado jurista e advogado Walfrido Warde.

A obra traduz um alerta fundamental sobre a infiltração do crime organizado nos tecidos político, econômico e social do país, a confluir numa perigosa tendência de indistinção entre o Estado, o mercado e o crime.

Por meio de uma narrativa objetiva e contundente, o autor faz um diagnóstico das causas pelas quais corremos o risco do crime organizado se apoderar do Estado brasileiro e lança bases para as discussões de um Projeto Nacional de Segurança Pública, um tema central da nossa democracia.

Para Warde,

“o combate puramente punitivo e repressor do crime recrutou forças policiais e demais agentes do aparato de segurança e de defesa do país para o crime (quem mata por ordem do Estado, logo percebe que pode matar para si), em especial à formação de novas organizações criminosas, que conhecemos como ‘milícias’, e que atuam em um contexto de profunda indistinção entre Estado e crime”.

Em suma, trata-se de leitura obrigatória a todas as pessoas preocupadas com os destinos do Brasil.

Índice

INTRODUÇÃO
I – O COMBATE PURAMENTE PUNITIVO DO CRIME E A FÁBRICA DE MILÍCIAS
II – A “DANÇA DAS CADEIRAS”: AS MILÍCIAS SUBSTITUEM OU SE ALTERNAM ÀS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS TRADICIONAIS
III – A EXTINÇÃO DO FINANCIAMENTO EMPRESARIAL DE CAMPANHA E A INFILTRAÇÃO CRIMINOSA NA POLÍTICA, NOS GOVERNOS E NO ESTADO
IV – ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS QUE ORGANIZAM EMPRESAS QUE CONTRATAM COM O ESTADO: O ERÁRIO A SERVIÇO DO CRIME
V – O USO POLITIZADO DA LEGISLAÇÃO ANTIMÁFIA NO COMBATE À CORRUPÇÃO OBSTACULIZA SEU AVANÇO E APRIMORAMENTO
VI – A DESREGULAÇÃO OU REGULAÇÃO INSUFICIENTE DE ATIVIDADES AUXILIARES: CRIPTOS E BETS A SERVIÇO DO CRIME
VII – A INCOMPREENSÍVEL CRIMINALIZAÇÃO QUE ENRIQUECE O JOGO DO BICHO E O TRANSFORMOU NO MOTOR DA ORGANIZAÇÃO DO CRIME E DO APRIMORAMENTO DAS ESTRUTURAS CRIMINOSAS
VIII – A POLÍTICA DE ENCARCERAMENTO EM MASSA COMO LÓGICA DE RECRUTAMENTO DE SOLDADOS PARA O CRIME
IX – IDEOLOGIZAÇÃO PARALISANTE DAS TÉCNICAS DE COMBATE: NECROPOLÍTICA VS. LAXISMO
X – A FALSA PERCEPÇÃO SOBRE OS PRINCIPAIS FOCOS DE ATENÇÃO
XI – A DISTRIBUIÇÃO CONSTITUCIONAL DE COMPETÊNCIAS IMPEDE A FORMULAÇÃO DE UMA POLÍTICA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA EFICAZ E COMPASSADA COM AS REAIS NECESSIDADES DO COMBATE AO CRIME
XII – O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, O “SUSP”, É LETRA MORTA
XIII – A INVIABILIDADE DE UMA POLÍTICA NACIONAL DE INTELIGÊNCIA E O DESPRESTÍGIO DOS MEIOS DISPONÍVEIS DE COLETA DE PROVAS
XIV – A TENTAÇÃO DE TRANSFORMAR POLÍCIAS ESTADUAIS E MUNICIPAIS EM EXÉRCITOS IDEOLÓGICOS

XV – DESARTICULAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

XVI – A PERMEABILIDADE DO TERRITÓRIO EM FACE DA INEXISTÊNCIA DE GUARDAS COSTEIRA E DE FRONTEIRAS

XVII – O NARCOGARIMPO E A OCUPAÇÃO DOS GRANDES VAZIOS TERRITORIAIS

XVIII – INSEGURANÇA VIRTUAL E EXTERNALIZAÇÃO INDEVIDA DE CUSTOS COM A SEGURANÇA

XIX – INSEGURANÇA DE TESTEMUNHAS, INFORMANTES E DEMAIS COLABORADORES

XX – SEGURANÇA PÚBLICA E A ALTERIDADE DEMOCRÁTICA DOS GOVERNANTES

CONCLUSÕES FINAIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Walfrido Warde

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Suspendisse varius enim in eros elementum tristique. Duis cursus, mi quis viverra ornare, eros dolor interdum nulla, ut commodo diam libero vitae erat. Aenean faucibus nibh et justo cursus id rutrum lorem imperdiet. Nunc ut sem vitae risus tristique posuere.

Relacionados

Relacionados

Lançamentos

Lançamentos

Ver Mais Livros RelacionadosVer Mais Lançamentos

Cadastre seu E-mail para Receber Novidades

E-Mail
Obrigado. Seu cadastro foi realizado com sucesso!
Não foi possível enviar seus dados. Por favor revise seu endereço de e-mail, aceite os termos e condições e tente novamente.
© Editora Contracorrente LTDA
2023
Alameda Itu, 852, 1º andar, Paulista, São Paulo – SP, 01421-002
CNPJ: 22.120.667.0001-60
Alameda Itu, 852, 1º andar, Paulista
CNPJ: 22.120.667.0001-60
São Paulo – SP
CEP: 01421-002
CNPJ: 22.120.667.0001-60
Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o armazenamento de cookies em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing. Em caso de dúvidas, consulte as Políticas do Site para saber mais.